Arquivo da categoria: Destaque

DESTAQUE INTERNACIONAL.

Passeio Noturno de Bike

Pedal Noturno Bike, Campo Grande, MS
Passeio noturno de Bike, pedal noturno organizado por ciclistas que usam a bicicleta  à noite em encontros urbanos. Nosso blog de moto usa BIKE ou bicicleta? Já que chamamos moto e bicicleta de BIKE, o que é uma BIKE?

Bike é usada por Bikers que são motociclistas no estilo americano ou europeu. Os ciclistas também chamam a bicicleta de Bike. Liberdade de expressão? No Brasil, é comum escolher o nome mais curto pra definir algo, então, BIKE é moto ou bicicleta.

E porque um blog de moto resolveu falar de bicicleta? Tem a ver com mototurismo? Isso mesmo: Turismo Noturno em 2 Rodas, mas de bicicleta, ou melhor, de BIKE. A bicicleta dá preparo físico a quem pratica mototurismo fora da cidade. E como temos 3 viagens programadas em setembro, sendo uma delas no pantanal sul-mato-grossense, resolvi praticar cicloaventura e pedal noturno para me preparar físicamente para as próximas viagens de moto:

  • Estrada Parque Pantanal Corumbá, Mato Grosso do Sul no feriado de 7 de setembro;
  • Cachoeiras de Prudentópolis e Guarapuava no Paraná;
  • Curso Big Trail de pilotagem de motos em Florianópolis em Santa Catarina.

1ª dica: sair do chão!!! Fiz o passeio noturno de bike em Campo Grande, MS durante 2 horas e meia por 26 Km de asfalto, sendo 2 Km a mais por brinde de Sopa de Pedra (risos), mesmo sem eu ter comprado bicicleta. Aluguei uma Bike GTS com capacete por R$30,00 com direito a 3 guias que ajudavam quem atrasasse o grupo do pedal noturno, todos da equipe Sopa de Pedra. Saímos pela ciclovia da Orla Morena em frente à Bliss Bike ciente que as subidas de bike seriam prova de resistência naquela noite. Não pedalo 25 Km há 26 anos, metade da minha vida! Mas, 1 vez por ano brinco de bike em alguma pousada ou quando em férias. Conta fácil: tenho 52 anos, metade deles, sem pedalar longas distâncias, são 26 anos! Não pratico academia, nem corro pra manter a forma, mas pratico diariamente caminhadas urbanas e muito alongamento pra viajar de moto.

2ª dica: avaliar as dificuldades! Na loja Bliss Blike ouvi opiniões dos bikers do pedal noturno. Depois de meia hora de opiniões, resolvi: Não vou suportar as subidas nos 24 Km, e ainda ganhamos mais 2 km de Sopa de Pedra (risos)! Analisei a rota 3 vezes, até que faltando meia hora pra começar, resolvi assumir o risco. Ouvi relatos de quem voltou a pedalar depois de anos de sedentarismo, ouvi sobre quedas de bike, tombos em trilhas, desistências nas subidas, ou melhor, nas "subidinhas", pra isso, analisei a rota dessa pedalada noturna:

  • 1ª subida em frente à Câmara Municipal;
  • 2ª subida na ciclovia em direção ao Parque das Nações Indígenas;
  • 3ª subida atravessa o parque com descida e subida, afinal, tudo que desce, sobe (risos);
  • 4ª subida saindo do Parque das Nações até a Av. Mato Grosso;
  • 5ª subida na Av. Hiroshima até Av. Aracruz no bairro Novos Estados;
  • Daí em diante, começam as descidas!!! (Com discretas subidinhas, hehehe)

3ª dica: dificuldades superadas! Começam as descidas em direção ao parque Sóter, Av. Via Park e… de repente uma leve subida pela rua Amazonas pra alcanar o bairro São Francisco. Superados os 20 Km entre subidas, descidas, 2 garrafinhas de água mineral, empurrão do Alex pra evitar atrasos, chegamos ao paraíso: centro de Campo Grande! Faltam 5 Km!

4ª dica: alcançar pequenas metas SEMPRE! Os trechos de bike ou pedal noturno envolvem pequenas distâncias a serem percorridas que somadas, são longas distâncias que exercitam nossa mente pra superar metas SEMPRE! Isso é prazeroso e dá uma sensação tão animadora quanto viajar grandes trechos de mototurismo. Semana que vem, se não chover, vou pesquisar outro pedal noturno antes de viajar pro Pantanal Sul-Mato-Grossense. Chuva e trânsito noturno é perigo constante!

5ª dica: amizade! Agradecido por ter conhecido a equipe Sopa de Pedra e o Walmir que contou em detalhes como saiu da zona de conforto, passando por uma bike baratinha, que caiu, tropeçou, depois de 1 semana comprou uma Caloi 29, emagreceu 12 kilos em 3 meses. Quando passava por mim no pedal noturno, ele perguntava: "Porque será que sempre te encontro na subida?" Obrigado Alex pelo resgate, Nil e Lili pela organização!

Pedal Noturno de Bike, Campo Grande, MS,  Homer Simpson

Moto BMW G650GS

BMW 650GS Mototurismo Brasil Video Riders

Você tem BMW G650GS série F, G, X, Challenge ou Sertão?

  • Você tem moto BMW G650GS série F, G, X, Challenge ou Sertão? Elas são raras no Brasil, mas existem. O editor deste blog tem uma BMW G650GS Sertão 2012 / 2013.
  • Está pesquisando ou quer dicas e avaliações da BMW G650GS?
  • Quer comparar BMW G650GS com BMW G650GS Sertão ou outra moto BMW GS?
  • Quer comprar sua moto BMW Trail? Quer vender sua moto BMW G650GS? Quer trocar pela moto BMW F800GS?
  • Você também pode publicar no Blog dos MotoTuristas a sua experiência!

BMW em alemão: Bayerische Motoren Werke
BMW em português: Fábrica de Motores da Baviera

Tablet, Produtividade, MotoTurismo

Nem celular, nem notebook ou netbook:
Tablet, Produtividade = MotoTurismo
Tablet ou Nebook ou Smartphone ?

A tecnologia está avançando no mototurismo e seus mais recentes ”habitantes” são os tablets produtividade, que começam a tomar o lugar dos notebooks, netbooks e até mesmo de alguns celulares da categoria smartphone.

Wi-Fi, GPS, Bluetooth, 3G/4G, HDMI, dual-core, quad-core são alguns dos atrativos dos aparelhos. Até o 3D está presente nos tablets produtividade, como é o caso do LG Optimus 3D.

Dentre os mais famosos disponíveis no mercado brasileiro, citamos o Motorola XOOM, os Samsung Galaxy Tabs de 7”, 8.9” e 10.1”, Acer Iconia, Toshiba myPad, ZTE V9, Huawei Ideos, Asus Transformer. Suas características variam em:

  • tamanho: com telas de 7” a 10”; processamento: desde single-cores até quad-core;
  • câmeras: as frontais com 1.3 / 3 mp e as câmeras traseiras 3.2 / 12 mp;
  • conexões: Wi-Fi, 3G, USB, Bluetooth.

Tudo isso voltado para a produtividade do motociclista durante e depois da motoviagem. Mas quais seriam os usos de um tablet produtividade? Várias. Você pode fazer anotações durante uma reunião. Fazer checklist antes de uma MotoViagem ou inventário de peças e ferramentas para viagem de moto. Apresentações rápidas. Demonstração rotas alternativas e hoteis da região ou produtos regionais. Há várias utilizades para os tablets produtividade, não somente ver vídeos, tirar fotos e navegar na internet. É apenas questão de começar a usá-lo.

  • E a produtividade para o MotoTurismo?
  • Por que os usuários não pensam neste assunto?
  • Por que ainda não vemos estes dispositivos em uso no MotoTurismo?

Imagine numa reunião de planejamento de MotoViagem, você é pego de surpresa para apresentar aquele gráfico e está no seu PC ou notebook. Com um tablet produtividade seria mais fácil, bastaria acessar a rede corporativa ou doméstica e carregar a apresentação ou o slide. Existem adaptadores que permitem ligar o tablet a projetores ou TVs LCD. Ou então, saiu pra uma viagem mas, não levou o notebook e precisa ver os e-mails. Hoje o MS Exchange já vem integrado no sistema Android. O VoIP permite que você leve seu ramal onde você estiver. Está tudo alí. Existem poderosos aplicativos de produtividade para viagem de turismo, Evernote para anotações, Documents To Go, QuickOffice, etc. Precisa digitar um texto mas não gosta do teclado touch? Existem muitas opções de teclados e mouses Bluetooth que funcionam muito bem nos tablets produtividade.

Colaboração: @MotoTuristas e Allan Robson @Clube_Android

 

 

Acidentes: Álcool? Drogas?

A maioria dos acidentes de moto ou carro, que matam ou sequelam são causados por motoristas que dirigem alcoolizados, sob o efeito de drogas ou com sono. O texto e o vídeo abaixo foram recebidos por e-mail. O autor é a TAC Victoria – Transport Accident Commission – Victoria of Australia.  Faça de tudo para que o maior número possível de pessoas o veja. Republique esse link, espalhe pelo Twitter, Google Buzz, FaceBook, reproduza em seu blog, encaminhe a quem possa compartilhar novamente no Brasil.  Emocionalmente, essas imagens são muito fortes, mas é melhor assisti-las do que vivê-las… Agora!

Nota do autor do vídeo australiano:

Depois de assistir ao vídeo, você vai entender o porquê que 40% dos ingleses deixou de usar drogas e se alcoolizar, pelo menos nas datas comemorativas. O vídeo foi visto por mais de 4 milhões de pessoas até a data de publicação neste blog, só no YouTube, fora em outras mídias. O autor é a  australiana TAC – Transport Accident Commission e a divulgação foi feita por uma das maiores empresas de marketing da Inglaterra. Como não temos este tipo de iniciativa aqui no Brasil, mesmo que você não se alcoolize ou use drogas, assista e passe para os seus contatos este blog.

 

Vídeo: TAC Campaign | 20 year Anniversary "Everybody Hurts" music by REM TV