Arquivo da tag: 2Rodas

2Rodas

Rodovia Transamazônica BR 230 BR 319

Rodovia Transamazônica BR 230 4.100 Km
Lábrea , Amazonas a Marabá, Pará: 2.250 Km
Lábrea, Amazonas a João Pessoa, PB: 4.100 Km

Rodovia Transamazônica é a estrada que liga o Amazonas ao litoral da Paraíba passando por sete Estados: Amazonas, Pará, Maranhão, Tocantins, Ceará, Piauí e Paraíba. A Rodovia Transamazônica deveria cruzar o Brasil do litoral até o Acre, mas a rodovia acaba em Lábrea, cidade no extremo sul do Amazonas, na divisa estadual com o Acre. Construída por militares, o objetivo era interligar a região Norte ao Nordeste do Brasil ocupando a Amazônia e o lema dos militares em 1970 era “Integrar para não entregar”. Foi inaugurada na época da seca, fora do período das chuvas, em 30 de agosto de 1972. Em outubro começam as chuvas e em janeiro fica intransitável até junho. Chove de outubro a abril! Em Lábrea, no Amazonas, a Rodovia Transamazônica recebeu a sigla BR 230 até o litoral. Dali até Manaus, a estrada tem uma bifurcação antes de Humaitá, pela BR 319 que vem de Porto Velho. De Lábrea até Manaus a distância é 850 Km desviando antes de Humaitá.

Rodovia Transamazônica BR 319
Manaus a Lábrea, distância: 852 Km
Manaus a Porto Velho, distância: 888 Km

Quando viajei ao Peru, por Porto Velho, Rondônia, conheci a Rodovia Transamazônica, BR-319 nesse trecho que liga Porto Velho a Humaitá e fui um pouco mais até o desvio entre Lábrea a Manaus. Esse desvio, fica a 33 Km depois de Humaitá.

Rodovia Transamazônica BR319 Manaus, Humaitá, Lábrea

Eu não precisava passar pela Rodovia Transamazônica para ir ao Peru. Como eu estava em Rondônia, já em Porto Velho, vi uma placa regional, bem simples: “Transamazônica” a 2 quadras do Bar do Max que tinha a Yamaha TDM 900 e como Porto Velho ficava ao lado da divisa estadual com o Estado do Amazonas separada pelo rio Madeira… Foram 210 km até Humaitá onde um irmão motociclista, o “Minotauro” me aguardava também de XT660. Conheci na rede social da época: Orkut! No dia seguinte, reforcei as botas no sapateiro da BR 319 pra pegar a Rodovia Transamazônica úmida, chovia sem parar, era a primeira semana de janeiro de 2012. Bota impermeável? Que nada! Olha a sapataria em Humaitá, na BR-319 com asfalto! Esse asfalto acaba 5 km depois de Humaitá indo pra Manaus, logo após o quartel do BIS: Batalhão de Infantaria da Selva.

No dia seguinte, saiu o sol. Peguei a bagagem e fui até o desvio pra Manaus. Um bate e volta. Meu raciocínio:
– Tem sol, quente demais, secou a lama!
– Bota reforçada pra brigar com peso da moto!
– Spray de encher pneu disponíveis e ferramentas!
– ERROS: faltou água mineral e protetor solar!!!
– ERRO MAIOR: bagagem alta na extremidade da moto!

Transamazônica BR319 Manaus BR230 Marabá

Viajando em 2015 pela Rodovia Transamazônica

Nosso irmão Bressan do Motogrupo El Bando saiu de Brasília dia 24 de setembro de 2015 numa Royal Enfield Classic 500 para a Rodovia Transamazônica. Sim, as 2 estradas: BR319 e BR230 e ainda as BR163, BR070 e BR010.
Acompanhe onde está o Bressan nessa página!
Rodovia Transamazonica 2015 Viagem de Moto

Fórum 2Rodas em Ilhéus

Garupas em Fórum 2Rodas IlhéusGarupas de verdade topam qualquer parada. Até sair de Campo Grande-MS, num sábado, ir até Ilhéus-Ba, para um encontro do Fórum 2Rodas, e voltar no dia seguinte. A encantadora Ihéus, a 456 km de Salvador, também  conhecida por carinhosos apelidos como “Princesinha do Sul” ou “Capital do Cacau” nos esperava com um sorriso feito sol e um abraço do tamanho da beleza do mar. 

Bem, a viagem rumo ao encontro do Fórum 2Rodas não foi na garupa da BMW, mas o motivo da viagem foram as duas rodas. Saímos de Campo Grande num sábado de manhã e após uma conexão em Brasília, tivemos um dos voos mais agradáveis que já fiz, sob a responsabilidade do comandante Rolim da Avianca. Foi uma viagem eu diria que agradavelmente cultural, pois em vários momentos o comandante Rolim foi fornecendo aos passageiros, curiosidades não só sobre Ilhéus, mas de outras cidades baianas. Por exemplo, você sabia que toda a batata consumida pela rede McDonald’s no Brasil é fornecida pela Bahia? Que parte do óleo produzido em fazendas daquele estado vai para a Nasa? Após um belíssimo voo panorâmico de deixar qualquer um embasbacado, pousamos no Aeroporto Jorge Amado.

Pronto, chegamos para o encontro do Fórum 2Rodas, criado em 2006 com a finalidade de discutir e trocar informações sobre o motociclismo. Bressan e Lilian de Brasília, Tumatty de Ituverava – SP, Wanda de Vitória – ES, Gargamel e Tânia de Campo Grande – MS e os anfitriões Reinaldo e Sandra de Ipiaú – Ba, marcaram presença no encontro. E que encontro! Um dos mais agradáveis que já pude presenciar. Claro que o cenário ajuda, mas a participação de pessoas tão bacanas, simpáticas, hospitaleiras e receptivas em muito enriqueceu esse breve, mas caloroso encontro.

E como foi uma riqueza de encontro, nosso primeiro destino foi a Praia dos Milionários. Praia limpa, vazia (mas segundo Reinaldo e Sandra, em alta temporada lota), ladeada por coqueiros, uma maravilha! Como fomos os últimos a chegarmos, o restante da turma nos esperava para o almoço, que acabou saindo quase no final da tarde, à beira da piscina do hotel. Quer riqueza maior que isso!? Só a presença do Milionário (Gargamel) e José Rico (Tumatty) rsrsrs e é claro, a riqueza cultural do centro histórico de Ilhéus que visitamos à noite. O Pirilampo era a atração da praça em frente à Igreja São Sebastião. Um carro com 12 mil lâmpadas e penduricalhos! Foto perto do carro pode, foto dentro do carro, só se comprar o DVD contendo todos os programas que seu dono já participou: Jô Soares, novela Renascer, dentre outros.

Pelo centro passamos algumas horas visitando os pontos turísticos e culturais, como o Bar Vesúvio, o famoso Bataclan, uma espécie de centro cultural com várias salas, onde tocava uma banda de rock na Sala dos Artistas e em uma outra sala encontrei até uma mini biblioteca. Observei que os livros estavam organizados (agora vos fala a bibliotecária e não a garupa! rs) e ao indagar a moça que havia feito a classificação, a mesma respondeu: eu! E então lhe perguntei: você é bibliotecária? E ela rapidamente: Não! Mas eu me viro, li, peguei umas apostilas… Bem, ao menos a moça teve boa vontade e a biblioteca é bem organizadinha.

Motociclistas em Fórum 2Rodas Ilhéus

Dia seguinte, após uma chuva gostosa que caiu durante a madrugada, fomos a Olivença, na praia de Batuba… Só um café da manhã regado a cuscuz, suco de cacau, banana da terra frita e muitas outras gostosuras para aguentar o dia agitado na praia.

Como foi um bate e volta e tudo o que é bom dura pouco, nosso passeio do Fórum 2Rodas em Ilhéus chegou ao fim. Dele, voltamos com rugas a menos (porque o sorriso ajuda a preveni-las), com o fortalecimento das amizades e com a certeza de que na segunda-feira estaríamos pensando: puxa, ontem uma hora desses estávamos lá na terra da SEMPRE GABRIÉÉLA!!! E as 2Rodas, o que tem a ver com tudo isso???!!! Bem, a paixão pelo motociclismo é a responsável por tudo isso! E garupas do Fórum 2Rodas em terra de coronéis topam qualquer parada…Até sair de Campo Grande-MS, num sábado, ir até Ilhéus-Ba, para um encontro do Fórum 2Rodas, e voltar no dia seguinte. E confesso, não foi nada difícil! Hehehe 

Curta a  página de Garupas no Facebook